IMG_9678.GIF

VESÍCULAS que mudam de forma com LUZ

O trabalho mostra copolímeros anfifílicos cromóforos que, em solução aquosa, forma vesículas. Quando irradiado com UV, transita para micelas esféricas compactas. O artigo completo pode ser visto em http://pubs.acs.org/doi/full/10.1021/la4049677 falaQuímica

IMG_9671.JPG

MECANOLUMINISCÊNCIA: polímeros que transformam VENTO em LUZ

Você já viu uma brisa? Agora vai ver: estes elastômeros impregnados de nanopartículas de ZnS emitem luz cada vez que são tocados pelo vento. Veja artigo completo inédito em http://pubs.rsc.org/en/content/articlehtml/2014/ee/c4ee01776e falaQuímica

IMG_9669-0.JPG

EXTRA: VINHO contra as CÁRIES

Estudo inédito mostrou que os vinhos tintos de boa qualidade inibem a formação das placas bacterianas e, consequentemente, impedem o surgimento de cáries. O pode bactericida de vários componentes do vinho é o responsável por esta proteção. Veja artigo em http://pubs.acs.org/doi/full/10.1021/jf501768p falaQuímica

IMG_9652-0.JPG

AÇÚCAR com CERA: novas vesículas BIOINSPIRADAS

Pela união covalente entre oligossacarídeos e cadeias alquílicas grupo consegue molécula anfifílica biocompatível, capaz de produzir belas vesículas em solução aquosa. Veja artigo em http://pubs.acs.org/doi/full/10.1021/mz500389g falaQuímica

IMG_9633-0.JPG

ALERTA: cuidado com os AZEITES ADULTERADOS

Novo método químico, baseado nas quantidades relativas de ácidos graxos, permite identificar os óleos de oliva que foram misturados com outros óleos vegetais. O método usa cromatografia acoplada com espectromettia de massas (CG/MS). O artigo diz que, em média, 10% das marcas vendidas são adulteradas. Leia artigo em http://pubs.acs.org/doi/full/10.1021/jf501097c falaQuímica

IMG_9609-0.JPG

MACROMOLÉCULAS INTELIGENTES ENCONTRAM, CAPTURAM e ELIMINAM

Graças a substituintes capazes de interações intermoleculares fortes e específicas, estes polímeram identificam e capturam moléculas alvo no corpo humano. Imitando a natureza, estas macromoléculas funcionalizadas podem ser usadas na medicina: tanto para diagnóstico – pois identificam e quantificam os analitos alvo – como para tratamento de doenças, pois os polímeros podem se ligar a […]

IMG_9603-2.JPG

Um HERBICIDA que vem dos FUNGOS

HERBICIDA NATURAL: usando FITOTOXINAS produzidas por fungos, químicos isolaram moléculas capazes de combater as pragas da lavoura. Veja: http://pubs.acs.org/doi/full/10.1021/jf500965k falaQuímica

1010345_524217180967190_1034909200_n

SENSACIONAL: uma BATERIA de MADEIRA!

SENSACIONAL: uma BATERIA feita de MADEIRA! Graças a capacidade natural da celulose armazenar íons Na+, químicos obtiveram bateria excelente e barata, recobrindo fibras com nanofilmes de Sn.   Veja artigo http://pubs.acs.org/doi/full/10.1021/nl400998t falaQuímica  

IMG_9574-0.GIF

A CELULOSE BACTERICIDA

Micropartículas de celulose – o polímero mais abundante na Terra – podem ser a nova arma contra bactérias. Quando impregnadas com antibióticos sāo letais às bactérias, que se ligam seletivamente à superfície das partículas. Veja artigo em http://pubs.acs.org/doi/full/10.1021/bm5009876 falaQuímica

artigo

INÉDITO: vesículas que se transformam em NANOANÉIS de Ouro

Um trabalho publicado nesta semana apresenta um feito inédito na nanotecnologia. Através da construção de uma vesícula com o surfactante CTABr, um tiol e sal solúvel de ouro, o grupo conseguiu obter – após a redução do metal – nanopartículas toroidai: os nanoanéis de ouro. O trabalho foi publicado na revista Langmuir, uma das mais […]

IMG_9547.JPG

Nova TEORIA para surgimento da VIDA

A TERMODINÂMICA é a base de uma teoria que pode explicar a origem da vida. Um grupo do MIT mostrou que a evolução de moléculas pequenas para estruturas organizadas é espontânea quando este processo leva ao aumento da eficiência na troca de calor com as vizinhanças. Lembre-se de que a segunda Lei diz que a […]

quitina

Novo material: HIDROGEL de QUITINA/PVA que mimetizam Água-Viva

Novidade: uma estrutura tridimensional parecida com o tecido das águas-vivas foi obtida através de hidrogéis da quitina (extraída do exo-esqueleto de camarões) e PVA. Os polímeros, após reticulados, formaram uma rede rígida e resistente. Os resultados mostram que o material é biocompatível e promissor em aplicações na medicina. Veja artigo em http://pubs.acs.org/doi/full/10.1021/bm500827q falaQuímica

IMG_9534-0.JPG

EXTRA: tecido cerebral sintético!

Usando proteínas extraídas da seda e colágeno, químicos obtiveram uma matriz tridimensional macroscópica que mimetiza muitas funções do tecido cortical. O trabalho oferece uma oportunidade para compreensão de muitos problemas e mistérios que cercam este órgão fascinante. Veja artigo inédito em http://m.pnas.org/content/early/2014/08/06/1324214111.full.pdf falaQuímica

IMG_9527-0.JPG

ALERTA: óleo reutilizado é TÓXICO!

Artigo mostra mecanismo de formação de acroleína no aquecimento do óleo vegetal. O 2-propenal é uma molécula tóxica e normalmente encontrado em frituras de restaurantes que reutilizam o óleo por várias vezes. Veja artigo inédito em http://pubs.acs.org/doi/full/10.1021/jf501527u

IMG_9466-0.JPG

NANOPARTÍCULAS capturam CO2 e convertem em COMBUSTÍVEL

Isso mesmo: usando energia da luz, as nanopartículas de dióxido de Titânio catalisam a conversão do gás carbônico em alcanos de baixa massa molar – como o metano, que é o gás natural. É uma estratégia muito interessante para a diminuição da concentração de CO2 na atmosfera e tentar amenizar o aquecimento global. O trabalho […]

IMG_9464-0.GIF

PLÁSTICOS sem PETRÓLEO: eco-POLÍMEROS!

Trabalho inédito apresenta a obtenção de termoplásticos e elastômeros através da polimerização de terpenos extraídos do pinus. Veja o artigo completo em http://pubs.acs.org/doi/full/10.1021/mz500339h

IMG_9456.GIF

Pterostilbeno: a MOLÉCULA contra a OBESIDADE

Esta emagrece: artigo recente mostra que dieta que inclui a molécula engorda até 50% menos do que a mesma dieta sem o composto. Veja artigo em: http://pubs.acs.org/doi/full/10.1021/jf501318b

IMG_9455-1.GIF

FULERENOS na NANOMEDICINA

Macromolécula fotoluminiscente é capaz de detectar neurotransmissores em solução. Veja artigo na JACS: http://pubs.acs.org/doi/full/10.1021/ja504276z